Profissão Book Advisor: o arquiteto de livros


Você sabia que apenas dois em cada dez autores, que escrevem seus livros sozinhos, concluem o texto de suas obras e apenas uma vai ser efetivamente publicada e chegará às mãos dos leitores? Estamos falando de 8 autores que desistiram de seus livros. Essa alta taxa de mortalidade decorre da falta de assessoria especializada. Escrever um livro não é uma atividade trivial e requer o acompanhamento de um especialista, o book advisor.


Gosto de comparar o trabalho do book advisor com o de um arquiteto ou engenheiro. Ao comprarmos um terreno para construir uma casa, se não temos formação e conhecimento técnico em engenharia ou arquitetura, não vamos criar sozinhos a planta, contratar pedreiros e gerenciar a obra. Essa casa não pararia em pé e desabaria. Para que um livro seja bem-feito, primeiro é necessário elaborar o seu plano de obra (uma espécie de plano de negócios sucinto), no qual analiso com o autor a relevância e a força do tema escolhido, as características do público-alvo de leitores e as razões que despertarão seu interesse em lê-lo, assim como a concorrência de outros títulos e os diferenciais que o tornarão único no mercado. Em seguida, criamos uma estrutura detalhada de capítulos, que é o mapa que dará norte para o autor produzir o conteúdo de cada um dos capítulos. Com esse roteiro detalhado de capítulos pronto, chegamos ao momento da escrita de cada um dos capítulos. E, à medida que os textos vão sendo escritos, vou trabalhando com o autor os devidos ajustes textuais para que o conteúdo fique gostoso de ler e bem-calibrado em termos de profundidade, riqueza e utilidade para a vida dos leitores. Uma vez que o livro está redondo e finalizado no Word, cuido de sua publicação: apresento-o para avaliação de editoras ou produzo uma edição independente, caso ele não tenha perfil para ser lançado por editoras. Por fim, ajudo o autor na concepção de estratégias e ações para uma ótima divulgação da obra no mercado.


Muitas pessoas, que decidem escrever seus livros sozinhas, acham que têm o livro pronto na cabeça, não fazem nenhuma preparação antes de sair escrevendo, como expliquei acima, e não buscam orientação técnica. Elas partem direto para a escrita do primeiro capítulo e, eventualmente, até conseguem escrever os capítulos 2 e 3. Porém, de repente, travam e não conseguem mais evoluir: se perdem, se veem confusas e, como mostrei, acabam abandonando seus livros. E, pior, ficam com o sentimento de que desistiram porque não tinham capacidade para construir seus livros. O que faltou, na verdade, foi assessoria especializada para as ajudar.


Veja o quanto o trabalho do book advisor é fundamental e agrega valor ao autor para que ele faça um livro muito bom para os seus leitores.


Portanto, se você decidiu dedicar-se ao seu livro, comece certo desde o início e contrate a consultoria de um book advisor. Eu garanto que você economizará bastante tempo, evitará muitas dores de cabeça e produzirá uma obra com excelente conteúdo!




* Eduardo Villela é book advisor e profissional com mais de 16 anos de experiência no mercado editorial, tendo orientado até aqui mais de 900 autores e lançado mais de 650 livros.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Instagram
  • Facebook Basic Square
  • YouTube ícone social
  • LinkedIn ícone social