Conte histórias em seu livro de negócios




Boas histórias são uma forma excelente de você transmitir orientações, aprendizados e experiência e influenciar positivamente os leitores. Elas criam empatia e conexão emocional com o seu livro.


Os livros de negócios tradicionais geralmente trazem metodologias, teorias, ferramentas, estratégias, e uma sequência de ações que o leitor deve implementar para usar no seu dia a dia profissional em sua empresa. Costumam propor reflexões e resoluções de problemas.


Mas existe uma tendência nacional e internacional para os leitores se conectarem mais com as obras de negócios: os seus autores contarem cada vez mais situações, exemplos e suas experiências ao resolver problemas e ao conceber e implementar estratégias, técnicas, metodologias e ferramentas de gestão. O “contar histórias” existia desde antes da invenção da escrita, quando a humanidade se sentava ao redor de uma fogueira, e a cultura e o conhecimento eram transmitidos de maneira oral. Esse método é capaz de criar uma conexão emocional muito grande entre as pessoas. Por isso, existe a tendência nos livros de negócios do aprendizado ser transmitido por meio de boas histórias, ou o que também chamo de aprendizado via transmissão de experiências. Você, autor, pode contar situações reais que viveu, como por exemplo a superação de desafios ou crises que passou nas empresas em que trabalha ou trabalhou. Contar essas histórias, trazer exemplos e cases tornam a experiência de leitura muito mais prazerosa. Cria-se um vínculo emocional com o leitor, o seu entendimento do conteúdo é facilitado e aumenta nele a vontade de continuar a leitura. Uma parte dos livros de negócios já faz isso, e a tendência é que o contar histórias esteja cada vez mais presente - em pelo menos metade ou todo o livro. Livros como “O Monge e o Executivo”, “Quem mexeu no meu queijo?” e “Os 5 desafios das equipes”, são obras inteiras em que os autores passam conceitos importantes de negócios - como liderança, gestão e trabalho em equipe - por meio de histórias. Elas desencadeiam respostas emocionais, dão um rosto a um problema e nos conectam a questões mais profundas.


Recomendo a você que deseja escrever livros de negócios que faça um bom curso rápido de storytelling para aprender a estrutura de como contar boas histórias. Também sugiro 3 livros de storytelling para você aprender a melhorar sua técnica de contar histórias:


1 - “Storytelling: Aprenda a Contar Histórias com Steve Jobs, Papa Francisco, Churchill e Outras Lendas da Liderança”, por Carmine Gallo

2 - “Storytelling: Histórias que deixam marcas”, por Adilson Xavier

3 - “O Guia Completo do Storytelling”, por Fernando Palacios e Martha Terenzzo




Sobre Eduardo Villela

Eduardo Villela é Book Advisor e assessora pessoas, famílias e empresas na escrita e publicação de seus livros. Trabalha com escrita e publicação de livros desde 2004. Já lançou mais de 600 livros de variados temas, entre eles comportamento e psicologia, gestão, negócios, universitários, técnicos, ciências humanas, interesse geral, biografias e ficção infantojuvenil e adulta.


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Instagram
  • Facebook Basic Square
  • YouTube ícone social
  • LinkedIn ícone social